Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Quem me dera encontrar o verso puro...

Do teu deslumbramento
pelo Poeta,
do teu encantamento
pelo Homem,
nasceu o verso puro,
um grande amor!

Senti em ti
a Luz que me faltava
que me daria paz e amor!

Tanto que nos amámos
e nos entregámos
a um amor ardente
com a paixão latente!

Tu e eu
aos olhos mundo
vivemos
as raízes desse amor,
que deixou marcas
em nossos corpos
nunca desvanecendo,
porque choramos
isto que sentimos:
angústia, nostalgia,
desejo de reviver
e partilhar esse grande amor!

Quem sabe...

José Manuel Brazão

Poema baseado na seguinte frase:
"Quem me dera encontrar o verso puro, o verso altivo e forte, estranho e duro, que dissesse a chorar isto que sinto! Luciana Silveira




Ivone Poemas disse...
Lindo poema de versos também lindos!!!
"Quem me dera encontrar o verso puro"..."
Amo vir aqui e ler seus lindos poemas!!!
Abraços
Ivone.

1 comentário:

Ivone Poemas disse...

Lindo poema de versos também lindos!!!
"Quem me dera encontrar o verso puro"..."
Amo vir aqui e ler seus lindos poemas!!!
Abraços
Ivone.