Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 30 de outubro de 2011

Esta noite

Esta noite a lua rasga a madrugada para preencher o nada que existe entre o sentido e a espera do cair das estrelas. Esta noite a onda atravessa os oceanos e faz-se grande para que se quebrem os luares rasgados na madrugada. Esta noite as sombras vestem-se de branco para nascer a claridade dos sonhos deambulantes de sorrisos. Assombram-se as tristezas com gargalhadas de águias-reais. Esta noite existimos nós na soma das palavras em lençóis de seda bordados de esperança.

Vanda Paz

Sem comentários: