Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Querida Madrinha

Porque tapas o olho querido benjamim?
Não olhes para a frente,
olha para mim!
Sou um reflexo daquilo que me dás,
daquilo que  me deste e cresceu em mim.
Olha apenas para a frente e não para trás.
Se fechares o olho imagina a luz quente e terna,
se não a vires, serei a tua lanterna.
Põe a tua mão na minha e confia
levo-te onde quiseres
podes confiar.
Ontem foste tu que me ensinaste os primeiros passos,
hoje sou eu que te levo a caminhar.

Vera SOL

6.07.08

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

A tua Poesia é um jardim


Tua poesia é um jardim
que me encanta e invade minha alma
e de teu coração saltam palavras
de tua alma vêm flores
com um aroma especial
de grande carinho e amor,
que eu abraço
e meu coração pulsa
como coração poeta
provocando em mim
poemas e mais poemas,
para a Poeta e a Mulher,
que já vivem em meu corpo e alma
e serão momentos de intenso amor
por ti querido, sentido
e por mim desejado
num tempo que é o nosso “mundo”
sonhado, prometido
e agora concretizado!

José Manuel Brazão



sábado, 6 de maio de 2017

Sinto-te feliz

Quando aproximas
de mim
e nossos corpos se abraçam,
sinto-te feliz
esquecendo o passado
que é passado
com o presente a ser vivido
e um futuro para provir!

Em cada dia
um novo amanhecer
com o Sol a despontar
e a Lua a contemplar!

Sonhos se realizam
pelos teus anseios
em que acreditas
e sorris
pela Luz que te ilumina
neste novo caminhar,
que desejamos infinito
e com o horizonte por alcançar!



José Manuel Brazão

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Ainda sou pequeno demais...

Daquelas noites  sem dormir,
mas tranquilo que permitiu reflexão
muita interrogação,
tentativa de abrir-me à Vida!

Pensei em muitos de nós,
família, amigos e anónimos.

Vi e senti o que muitos
já viveram, sofrendo,
aceitando com resignação
o que a Vida lhes entregou!

Perante estes exemplos e lições
na Vida ainda sou pequeno demais!

Acredito em Deus,
sinto-o através da Natureza,
mas preciso de mais proximidade
e aí vou avistar a porta da felicidade
com aquela Luz que me ilumine
e ajude os outros que Dele precisem!

José Manuel Brazão

domingo, 1 de janeiro de 2017

És a Mulher da minha Vida

Olho o teu rasto
deixado no meu caminho
e penso nos anos
que já passaram
e aqui estou sozinho
sem conseguir
que saias de mim!

Foram muitos anos
vivendo juntos,
mas o destino assim não quis...

Hoje vivemos distantes.
mas próximos,
esperando que um de nós
precise da ajuda do outro!

Assim é o nosso amor e destino...

José Manuel Brazão