Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Recordando - Um ciclo na Vida: "Como uma ponte"


Vivemos tudo
o que havia em nós,
tudo o que sentimos,
a paixão, o amor,
a ajuda solidária,
que precisámos
e nos completou!

Vivemos
momentos felizes,
vendo a tua rosinha florescer,
cuidando dela com amor!

Essas imagens de Vida
que rolam sem fantasias,
mas com a verdade
que demos um ao outro!

Hoje sereno
da vida que te dei,
vejo-te feliz,
por chegares
ao ponto de encontro
do teu caminho!

Assim me senti
como uma ponte
entre o passado e o futuro
que te ajudou
a encontrar o que merecias:
uma plena felicidade!

Em caminhos paralelos,
nunca nos perderemos
de vista,

assim prometemos
e nos preocuparemos
com o futuro de cada um!

Tu aí e eu aqui,
 sempre de braços abertos
pedindo a nossa protecção divina!

José Manuel Brazão



regina ragazzi Fica difíicil decomentar um poema tão belo como esse meu amigo. Então só de aplaudo. De pé. Parabéns. Bjs da sua amiga.

Beatriz Prestes Que poesia mais linda...quantas visões poéticas você nos oferta Zé!
Versos que com toda a certeza, se perpetuarão, contando histórias, sentimentos, vida para sempre!! Lindo, lindo!!
Bea
Luiz Mário da Costa Que maravilha Manuel. Das tuas poesias farei coleção de preciosidades, e usarei-as como lição, sendo eu um eterno aprendiz das coisas do amor, nada mais pra auxliar-me do que teus versos, arraigadamete objetivos: "Vivemos/vendo a tua rosinha florescer" caramba, que versos  heim meu poeta, fico fascinado pela maneira como tratas os vocábulos trazendo mesnsagens mais que agradáveis.

Amartvida lindo poema, todo o comentário diante de tanta beleza seria pouco

abraço de paz amigo Zé
Nina


Maísa Cavalcanti Coelho Olá poeta! Primeiro, encantei-me com a bela figura. Depois, como sempre, não me decepcionei com a leitura!




Como Autor penso que foi o poema, que consegui usar melhor o poder de síntese em Poesia contando uma história de amor vivida com paixão, amor, desejos, quereres, sentires, momentos felizes e sobretudo que a satisfação plena e a aceitação do Destino são coisas supremas na Vida! 



José Manuel Brazão

 Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?
Fernando Pessoa

Sem comentários: