Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 2 de outubro de 2011

Êxtase Eu mais eu ...

Quando já desperta,
esses sonhos me vêm
pela ponta dos dedos
borrando o papel
com cores imprecisas

Me lembro da veia,
do sangue correndo
Faço um desenho no ar
Visão única
que meus olhos roubam
de dentro de mim
em algum lugar...
------------------------
Em devaneio me vejo
com os  dedos na poesia
Cores de arco íris
numerosas fantasias
criadas de  imagens
que passeam
frenta à minha retina

Acordei e ainda sonho
versos que fiz dentro do peito
Devaneio... devaneio ...

regina ragazzi

1 comentário:

regina ragazzi disse...

Muito bom ver um poema meu nesse seu blog lindo e cheio de poetas talentosos. Sempre uma honra pra mim amigo. Bj carinhoso