Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

eu queria tanto...

Admito, fui forte, até o dia que fui absorvida por um novo sentimento... Eu te queria tanto, mas você não correspondeu. Não me apaixonei por você, porém, aprendi a gostar de você. Acabei indo além, do gostar já estava a amá-lo. Amando sem saber ao certo qual direção tomar, sem saber as suas verdadeiras intenções.


Fracassei nesta relação casual, não consegui-me manter distante, simplesmente me envolvi. Não foi preciso se apaixonar, eu te amei. O fracasso de ter pensado que temos o poder de controlar os nossos sentimentos. Puro engano! O coração sempre acaba ganhando da razão, abrindo espaço para a emoção.

Graciele Gessner 


[....]

Aquele sorriso
pensava que fosse meu;
ela não mo deu,
mas ficou em mim.

Deu-me
o seu carinho,
a sua afeição,
que florescem
dia após dia,
com vidas,
que nos aproximam
e nos deixam felizes
com este viver!

Não recuaremos
e Continuaremos
este caminho
com a nossa convicção
e determinação!

Assim será!

José Manuel Brazão

Sem comentários: