Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Entrelaçada

Entrelaçada em versos ressurjo na vontade de acordar o amanhã. Teclo cada instante com um sorriso contagiante pela urgência da vida. É neste mundo de letras que me liberto do desenfreado momento dos dias que agonizam as mentes. Perco o olhar no horizonte enquanto guardo pensamentos com futuros desenhados a adivinhar a sorte de quem fica de mãos vazias pela ausência da palavra. Por vezes encontro a felicidade no grito daquela águia que teima em pairar por cima de mim e que surge junto da minha janela em jeito de atrevimento. Aprendi com ela os dias, aprendi a gritar a dor para que o sorriso venha, aprendi a escrever o que me vai na alma baralhando os sentidos e matando sentimentos que me sangram nos lábios. Agora é hora de desafiar a vida expondo-me à sabedoria humana e contando com o aconchego do silêncio.

Vanda Paz

Sem comentários: