Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Vida sem compaixão

Sinto uma dor no meu peito
neste coração cansado,
que não suporta mais
a tua ausência
sem palavras de conforto,
com o necessário carinho
que espero de ti
neste caminho,
em que já me perco
e tu vês sem compaixão!

José Manuel Brazão

Sem comentários: