Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 26 de novembro de 2011

Não errei!

Errar
não errei…
Amo-te
e tu não podes
dar o mesmo…

Apenas
amor em silêncio!

Não importa
o meu sofrimento,
mas sei que estás aí,
que me esperas,
sem eu te ver,
mas sentindo,
que estamos distantes,
mas cada palavra
é um sentimento.

Não queres que eu sofra,
mas nesse silêncio
sofres…
… sabes que te daria tudo,
para te ver feliz,
sentirmo-nos!

Sabemos o caminho,
demos as mãos,
sigamos juntos
por esta estrada
que nos leva
ao nosso jardim,
onde te encontrei,
triste
uma flor triste!

José Manuel Brazão

Sem comentários: