Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

´Recordando: Poema para o ZÉ


Só tenho de agradecer a Deus tudo aquilo que me tem sido oferecido na Vida e na Poesia e entender e aceitar o que de menos bom me acontece nesta vida terrena!
José Manuel Brazão

Poema para o ZÉ

Uma cara marcada
pela ternura da vida
um coração tatuado
por uma alma perdida.
Sou um conjunto de vivências intensas
Sou um furacão de emoções imensas.
Se me arrepender de alguma coisa
Que seja por me ter entregue demasiado
E nunca por ter faltado dedicação.
Prefiro estar ferido e marcado com rugas de dor e sabedoria
Do que acordar de manhã e perceber que não vivi, jamais
algum dia.

Um beijinho de quem não se esquece de si, mas que anda nas suas próprias "lutas"!
Vera Sol





 Reflexo de Luz 

És um reflexo de Luz,
vindo do Céu para a Terra!
És a continuidade da beleza,
que me paira na memória.
Ela onde chegava,
parecia Sol.
Luz,
muita Luz!
Contigo acontece o mesmo …
Luz,
Muita Luz.
Continuidade?
Assim seja …
A tua sinceridade,
a humildade
e a sensatez,
aprendeste com Ela,
sem dares por isso.
É um mistério,
que começas a entender:
a Vida!
O teu caminho na Vida!
O esplendor em Ambas será:
Amor,
muito Amor!
A voz do coração a dizer:
palavras de amor, de compaixão
e de tolerância!
Olhas para o Céu
e procuras essa Luz.
Ela não se vê!
É um reflexo…

José Manuel Brazão

Vera
Serás sempre a Verinha, a menina que quase te passeei ao colo e hoje és uma Senhora e repito Senhora, porque nutro por ti um encanto infinito por te considerar um reflexo de Luz de tua Mãe!
Beijokas do 


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ccAP8Kerolc




Comentários na Casa da Poesia
fabio leonardo Bonito Zé como sempre,a Vera eu não conhecia mas já deu pra ver que o talento na escrita é digna de aplausos, como sempre parabéns.  abraço
regina ragazzi  Tudo lindo e poético por aqui. Bjsss

Sem comentários: