Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Vocábulos da Alma (Mário Bróis)...

Na sinceridade da sua poesia esta contida
os testemunhos e detalhes de uma vida
amada e restaurada...
Encontro seus versos, maestria em letras
É como  navalha rasgando o espaço poético
Desbravando as entrelinhas no papel do tempo
Formando uma manta de retalhos de sentimentos
É o  pedaço de voz erguida em vocábulos da alma

Escreves o profundo da sua alma em cânticos
Palavras de paixão, que transcedeu e rompe
Pelo  tempo nas várias vertentes da vida,
talvez de uma solidão...sem explicação...

Todos o seu deambular poético é como o dia e a noite...
É o sol que desponta no poente, avisando nova esperança
É lua que clareia no romper das trevas

Vejo que a sua vida está presente nos pequeninos detalhes
Da grandiosidade das palavras inseridas
por essa alma de menino poeta...
que degustava cada página de um livro
como o mais fino e apetitoso manjar...

Grandes provas e lutas passastes,
Mas, existem dias luminosos que o Pai celeste
Para ti preparou, te escolheu e gerou...
Novas metas e diretrizes para seres um vencedor

Sua poesia não é uma voz sem eco
São versos que segue o sentimento das  lágrimas
Contidas nesse fervilhar de emoções 
É bálsamo como gota que alivia a sede na alma 
Qual a chuva que cai calada da noite,
 sem os ais da vida....libertação

E desses  retalhos que sobrou seu coração Glorificou
A mão do criador recortou e costuruo as essências e carências
Refez tudo  com toda  precisão milimétrica
As tristezas e algumas memórias de trevas...
Foi declarado...sai, bate fora...aqui é Luz

Eu ouço uma voz que sussura ao meu coração
Um recado para te entregar...poeta e profeta do choro que acalma (Jeremias)

“Eu abro portas onde não há portas
abro caminho no meio do mar
se as ondas vêm, acalmo a tempestade
e sobre as águas te faço andar
se o vento contra ti se enfurecer
estendo a mão e o faço parar”

Do outro lado do oceano...
Daqui pousa versos do coração na palma da minha mão
Envio para ti essa letras como a  asa da liberdade...
Avante GRANDE poeta...
Sempre Avante...

Nina


Mário...São palavras simples,mas veio dessa alma que te admira...
(Jeremias 1:5) - Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.


Nina
 Como sabes li todos os teus poemas desta série - Poemas Amigos - mas este só de uma Poeta eloquente escrevendo sobre uma personalidade invulgar de grande cultura em si, nobreza de caracter enfim um Homem de Amor com Amor e que em nós entrega essas qualidades humanas!

Aplaudo emocionado este momento para o qual são muitos os adjectivos!
 Abraço Mário
Beijo Nina
 ZÉ


1 comentário:

Mário Bróis - Poeta disse...

- Manuel tu sabes o que é emoção multiplique pelos número de constelações estrelares. Assim é como me sinto neste momento.