Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Pétalas de felicidade

Poema premiado com uma Menção Honrosa
no XVI Concurso de Poesia da APPACDM, de Setúbal – 2011

Rasga o sol o novo dia
Na aurora que desponta
O sentido para a palavra

Aconchego eminente
Entre o elo bem humano
Que as relações entrelaçam
No afago incorporado

É o selo que é da vida
Num sorriso que empolga
O percurso de quem caminha

A atenção que se aflora
O apoio que enobrece
Por essa vida fora
Onde o abraço da amizade
Ilumina os semblantes
Das crianças prometidas

Um gesto que permanece
Em contraste radiante
Da palavra que se diz
Entre olhos bem abertos
Que inspiram sedução
E companhia até mais não

O carinho não entorpece
O sentido que é das coisas
Naquilo que elas não são

São crianças bem despertas
Pólos de tanto amor
Sorrisos inesquecíveis
Reflectores de felicidade
Que com muito mais sabor
Salpicam a Humanidade


António MR Martins

Sem comentários: