Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Sonhe acordado

Então pensei: “Deixe sonhar, acreditando ser o todo soberano”. Jamais acredito no que ouço, até que se prove. Ressalvo apenas que fico com as minhas desconfianças, corro atrás para solucioná-las.

Sonho acordada porque sei perfeitamente o momento de tirar as minhas dúvidas. Dou a corda para se enforcar, mesmo que não pareça. Às vezes os olhos tornam-se o advogado acusador, ou então, da absolvição.

Abra os olhos, tire o véu... Acorde, menina! Tudo gira ao seu redor, mesmo que por vezes não seja visível, mas está ali... Bem na frente do nariz.

Graciele Gessner

Sem comentários: