Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Tu és raiz do meu amor!

Uma vida que amanhece
com o Sol
trazendo a esperança!

Ele está presente
mesmo encoberto por nuvens
com imagens de coração,
de amor que não vai…

Um Sol que ofuscou a Lua
para deixar em mim
este amor que não vai
enquanto a paixão viver dentro dele!

Vieste tu, Mulher amada
e o Sol, a Lua e a esperança
brilharão para mim!

Raízes profundas desse amor
enroladas no meu corpo,
que me prendem à Vida
e a este meu Destino,
meu poema… do amor!

José Manuel Brazão

Sem comentários: