Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Com humildade diante de ti

Com humildade
confesso a ti
o meu amor
que reflectindo
ainda não é o amor,
 que quero aprender
e tu a ensinares!

A vida
nos experimenta,
nos dá sinais
para um bom viver,
amando!

Nesta hora,
voltei a aprendiz iniciado
para recomeçar
o meu caminho,
o nosso caminho paralelo,
com toda a força interior!

Meu amor será assim:
humildade,
fraternidade,
dedicação,
tolerancia,
confiar,
doar,
perdoar
e amar
com convicção,
acreditando
que amor não tem limites!

Eu me confesso
perante Deus, vós
e a ti
amor da minha Vida,
nesta VIDA!

José Manuel Brazão

* Um poema de recomeço da Vida em que já tive vários no meu Caminho.
 Só assim o ser humano evolui!

Sem comentários: