Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 10 de julho de 2012

Ainda não anoiteceu!


Já vivi muito do que não esperava,
no tempo e no modo.

Vivi entre sonhos e pesadelos,
dias de sol brilhante,
noites frias de silêncio profundo.
ouvindo apenas o meu respirar,
desejando um novo dia
para ver se tudo seria o mesmo,
do ontem, do distante,
do amor coerente
que dou convicto,
mas ainda não anoiteceu
para eu abraçar
esse grande amor
que em mim vive
e eu quero sentir aqui
o perfume da sua alma!
Depois já poderá anoitecer,
as luzes apagarem-se
e eu...

José Manuel Brazão

* Esta manhã senti noite...


Sem comentários: