Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Saudades de ti


De facto é uma loucura - em sentido figurado - ler cada poema ou prosa que escreves.Leio tanto texto devido às actividades que preenchem as horas em que outros dormem ou bocejam em frente do televisor e encontro e "cheiro" nos teus textos: melodia, paixão, amor, sonho ...Tudo se conjuga e confirma para os meus comentários e vaticínios - de sempre - estarem correctos.
Honra-me ser teu Amigo.
José Manuel Brazão

Saudades de ti "

O meu olhar traz a cinza da saudade
que voa pelo sopro do tempo.


Já não te posso esquecer,
nem tão pouco posso te ter.


Resta-me a recordação dos duetos que fizemos.


De quando fomos um
em poema declamado nos corpos suados
que se amaram em segredo na bravura do silêncio.


Resta-me a esperança de te voltar a encontrar.


Entregar-te o meu corpo de mulher,
o amor que te tenho,
para que em mim escrevas o teu desejo de me amar.


E que novamente, em silêncio, declamemos loucura.


Vanda Paz

Sem comentários: