Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 25 de julho de 2012

E tudo o vento (amigo) levou...



Conheci um vento amigo
que levava até ti
tudo o que esperávamos da Vida
em nós!

Um amor intenso
enquanto tivémos momentos felizes,
sonhando e realizando!

Tudo passou,
mas nada
mais aconteceu!

Dei amor em vão,
e teu coração tremeu
e te fez sumir,
escondida da Vida!

Vi as raízes de amor
secarem, morrerem!

E esse vento amigo,
que antes andava em vai-vém,
também cansou
e ficou junto de mim
apenas como vento amigo.
Só meu...
José Manuel Brazão


Não importa para onde vamos seguindo,
entre nós sempre haverá a lembrança
de um olhar, de um carinho,
e da integridade de momentos sinceros.
Mario Quintana 





Sem comentários: