Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 29 de julho de 2012

Pra sempre vou te amar


No silêncio da noite
Posso tocar-te com o pensamento...
Sinto-te tão perto
Embriagada neste lamento.

E nesta inquietude que me invade
Com um aperto no peito...
Guardo de teu rosto a saudade
Que me acompanha não tem jeito.

Procuro a suavidade de tua voz
Na sinfonia de uma linda canção
As horas vão passando veloz
Lembranças que rasga meu coração.

Meu olhar é silencioso
Nesta janela do tempo que nos separa.
Aguardo-te neste sentimento teimoso
Que no intimo me devora.

Tão forte é tua presença dentro de mim
Como a luz que reflete do luar...
Existe, coexiste, é sem fim
Eu sei que pra sempre vou te amar.

Belarose

Sem comentários: