Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 31 de julho de 2012

Um momento com o Poeta e jornalista Júlio Saraiva


Olha que não o conheço
mas enxergo na foto a humildade dentro dos teus olhos
eu diria que são olhos de um monge
rezando e cantando as horas canônicas
como um dia tentei fazer
mas me faltaram vocação e humildade

desculpa amigo
mas é que venho de noites bêbadas
mal dormidas
cheias de mulheres que deixei para trás
e que não tiveram culpa da minha falta de juízo

ao poeta josé manuel brazão
deixo o meu beijo carinhoso
com respeito
29/01/2011
júlio saraiva

Amigo JU
Emocionei-me com seu texto. Fui apanhado de surpresa, quando estava a consultar a Home Page.
De facto também não tenho vocação para monge.
Tenho forma própria de estar na Vida e sou um grande defensor e mensageiro do amor incondicional.
Sou um cidadão comum, homem livre, que quando partir para a viagem necessária, quer deixar como herança aos seus Filhos e Netos: AMOR, HONRADEZ, DIGNIDADE E LEALDADE!

Beijo e Abraço fraterno para si
do ZÉ
José Manuel Brazão



Sem comentários: