Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Minhas lágrimas...

Não sei quantas já derramei,
nesta minha Vida
de Homem e Poeta,
mas todas foram sentidas
por alegria ou tristeza!

Lavaram minha Alma,
aqueceram meu coração,
enriqueceram o amor em mim!

Por muitos chorei
sentindo os seus sofrimentos,
as suas horas de desespero,
angústia, melancolia
e mais chorei
quando me sentia
impotente para ajudar!

Aí ficaram retidas
no meu amor em silêncio,
nesse silêncio interior,
que eleva a minha Alma!

José Manuel Brazão

Ana disse...
meu amigo meu comentario para você e pouco dentro da sua sabedoria ,adoro vim aqui ,para dizer que aqui fica guardado meus sentimentos ,perdoi-me mais aqui minhas tristeza ficam mais feliz se mistura com as musicas , aqui nesse espaço me sinto renovada , perdoi me,de usar seu espaço para minha alegria , quem entra aqui não da mais vontade de sair mais , lindo aqui parabéns meus aplausos mil,forte abraços que DEUS te abençõe sempre sua sabedoria ,com certeza foi ele quem lhe deu.

Querida Amiga Ana
Sei que é minha leitora e sendo raro responder aqui aos comentários este seu no Poesia com emoções deixou-me tão mocionado como no monento em que escrevi este poema!
Muito obrigado por todos os comentários lindos que tem deixado nos Blogs.
Beijo do


Sem comentários: