Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Leia-me


Leia-me no que não escrevo
Nos vãos em meu peito
Na minh'alma quando adormecida

Leia-me nas entrelinhas da fala
Ou quando minha boca se cala
E lhe esboça o maior sorriso

Leia-me nas minhas ausências
Nos meus silêncios provocativos
Não se atenha aos meus versos inúteis
Sou mais do que minhas mãos rabiscam

Leia-me nas canções que ainda não ouvi
Nos livros que ainda não li
Nos sonhos que ainda não sonhei

Leia-me...
Descubra o que há de ruim e de bom em mim
Mas não me diga, não quero saber
Leia somente e guarde para si

regina ragazzi

Sem comentários: