Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 8 de setembro de 2012

Silêncio


Quando faço SILÊNCIO consigo pensar
O que não sei dizer por palavras.
Meu corpo não sabe cantar, mas a minha alma sabe
e faz dele uma melodia que tudo envolve em SILÊNCIO
É no SILÊNCIO que eu entendo o Real em mim
Através do som do SILÊNCIO
Até o pensamento está em SILÊNCIO quando observa.
Por vezes o SILÊNCIO dói porque nos obriga a pensar
e a sentir, aquilo que incomoda,
mas também permite a satisfação de entender e aceitar.
É no SILÊNCIO que iremos atravessar a ponte que nos
separa do nosso NÓS, e tudo de esbate como no pôr do Sol,
para nascer do outro lado, sem SOM nem SILÊNCIO.

Maria Maná
em participação especial

1 comentário:

Ana Bailune disse...

A paz e a beleza - e principalmente a sabedoria e o auto conhecimento - também moram no silêncio. Belíssimo!