Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

São lágrimas requintadas


Lágrimas que correm
pelas nossas faces
com emoção
pela Vida em plenitude
que vivemos
e convivemos
numa amizade sã,
que vai-vem
por esse mar imenso,
mas nos aproxima
nos laços fraternos,
sinceros e intensos.

Assim vivemos tu e eu
Poetas que se prezam
de ser mensageiros de Amor!

Não, não basta
escrever versos
é preciso vivê-los,
praticá-los
com o perfil do Poeta.

Sorrio para ti
meu mano,
aperto a minha mão na tua
escorrendo ambas, Amor !

José Manuel Brazão

As lágrimas falam por nós dois,
são lágrimas requintadas de apreço e emoção.
Mário Brois

1 comentário:

Ana Bailune disse...

Bom dia! O poeta, às vezes, mente... mas os versos construídos na verdade do poeta, tem muito mais força... lindos, os seus!