Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 22 de setembro de 2012

Porque hoje dói-me o peito


Percebo o olhar
de alguém
que já permaneceu
num beijo teu.

Entendo o silêncio
de alguém
que já te sentiu na carne.

Também eu
trago um beijo teu
pendurado nos lábios.

Pegas no pé
do cálice dos sentimentos
e agitas
absorvendo os aromas que desejas.

Construíste uma árvore
feita de troncos frágeis
onde sacias a sede do prazer,
escolhendo tu a fonte amante.

É para lá que vou,
mas ausento-me do teu olhar
porque hoje dói-me o peito.

Vanda Paz

Sem comentários: