Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Não te quero só!


Chega até mim
o eco das tuas palavras
o pulsar do teu coração
o cheiro do teu corpo
a Luz da tua alma!

E por esta nuvém de amor
envio o conforto para a tua dor,
dor que flagela meu coração,
um coração vivido,
mas cansado de tanta solidão,
entre quereres e sentires!

E neste dar e receber
os corpos ficam sós,
mas as almas se juntam
em perfeita sintonia!

José Manuel Brazão

1 comentário:

Celina Vasques disse...

Belíssimo! Mais uma joia que partilha conosco querido poeta!
Meus aplausos sinceros!
beijo na alma poética!