Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 5 de fevereiro de 2012

De um tempo que não retorna...

No crepúsculo prematuro
 De um passado que já vai tão longe...bem longe!
 A música que vem da alma reflete
 no olhar doce marejado
 verde da cor do mar
 e o pensamento que navega sem fantasias

 E o tempo que não retorna
 Avança sempre implacável
 qual o mar que avança enquanto sonho...
 Os sentires confusos...
 Lágrimas e sussurros embargados pelo
 silêncio das palavras que nunca foram ditas...
 ecoando no distante horizonte

 E o tempo que não retorna...
 O passado que já vai tão longe... Bem longe!

 celina vasques




Celina Vasques disse...
Meu querido amigo ZéPoeta!
Sempre sinto uma felicidade incrível quando vejo meus escritos no teu blogger!
Obrigada meu amigo é uma honra estar aqui onde tens tantos escritos teus e de tuas poetas queridas!
Tu vives no meu coração!
saudades muitas!
beijos ternos

1 comentário:

Celina Vasques disse...

Meu querido amigo ZéPoeta!
Sempre sinto uma felicidade incrível quando vejo meus escritos no teu blogger!
Obrigada meu amigo é uma honra estar aqui onde tens tantos escritos teus e de tuas poetas queridas!
Tu vives no meu coração!
saudades muitas!
beijos ternos