Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Deixa-te estar!

Admiro a tua resignação
a tua tolerância diante da Vida,
com a esperança do momento,
do nosso momento,
do nosso encontro,
que será o ponto de partida,
para um novo ciclo de Vida
há tanto tempo almejado!

Confia no destino
até àquele abraço desejado,
mas deixa-te estar!

José Manuel Brazão


Sem comentários: