Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 2 de dezembro de 2012

Vindimei-me


Hoje colhi-me.
Desengacei a alma
retirando-lhe
o verde esperança.
Prensei o coração
e recolhi
o sangue de lágrima
que ainda me restava.
Deixei-o fermentar
alcoolizando
os sentimentos.
Controlei a temperatura
de cada ilusão,
de cada desilusão
da vida...
E no final
deixei-me estar
a repousar num futuro.
Num sonho de estágio empolgante.
Numa garrafeira que me receba
com carinho.
Trasfeguei-me
de recordação em recordação
e retive o que de bom tinham
deixando para trás
tudo o que já não importa.
Engarrafei-me
no teu coração
esperando este Outono
ter um estágio calmo,
fresco... inesquecível.
Para quando estiver no ponto
e me degustares
sentires que sou a colheita
da tua vida.

Vanda Paz 


Sem comentários: