Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Âncora do rubro pulsar


Existem bosques encantados
nos degraus do céu onde velejo
são palavras soltas
com o olhar atento ao nevoeiro 
que se esvai lentamente
no branco algodão
das passageiras nuvens...

Para lá da linha ténue
há o azul a florir
nos pés descalços
que alcançam solenemente
patamar a patamar...

Vestida de leves lembranças
na âncora do rubro pulsar
que me faz avançar...

Um livro aberto
no horizonte da realidade
onde moram todos os sonhos
de sorrisos e choros
que desceram pelos fios da Primavera!

Aromas do arco-íris
envoltos da utopia
que a alma entrega
a verdade de ser vida! 

Ana Coelho

Sem comentários: