Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Refúgio dos loucos


Nos traços do destino
todo o ser humano
é a luz de um som divino
seja qual for a sua criação...

Ser saltimbanco ou pintor
escultor...pedreiro
ou semeador na lavoura da terra
jardineiro dos canteiros
na relva verde a lembrar a esperança...

Vislumbrar o mundo
onde se viaja
entregar ao nada a emoção sagrada
com os dedos em desassossego
o coração a impulsionar emoção....

Tocar nas vertentes
da inspiração com lápis
pincel ou pedra alisada
a transpirar diamantes
que apenas a sensibilidade
sabe receber em lealdade...

Entrar no palco sem aplausos
despidos de vaidade
caminhar pelos prados
sentir a fragrância oculta da verdade...

A arte é vida e vida é arte
sem cálculos ou obstáculos
...refúgio dos loucos
que de loucos são tão pouco
apenas sentem ferver o universo
na criatividade de libertar
a sua função de ser saga de pensador
antes mesmo de o sonho
correr pelos olhares limiares
de um povo trovador...

É paixão e amor
na dor(mente) de um salmo legado
desligado da quietude
na rotina de apenas ser por ser
desassossego contente
por nas veias sentir correr
arte em contra-mão!

Ana Coelho

Sem comentários: