Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Partidas


As mãos acenavam tristes
 Dos olhos escorriam
 duas lágrimas de dor
 Um adeus ao filho amado
 Que a morte não poupou

 São tantas as mães que sofrem
 A perda de um filho querido
 No peito fica a saudade
 Na boca o sorriso perdido

 Mulheres fortes ... guerreiras
 Aguentam toda essa dor
 Vivem agora das lembranças
 Que o filho amado deixou.

 regina ragazzi

Sem comentários: