Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Pois, então, é o amor!


Quem diria que o amor pudesse renascer das cinzas, quando na verdade o coração se trancou para evitar qualquer possibilidade, ou mesmo qualquer emoção que o mundo pudesse oferecer (!).

As dúvidas presentes, as incertezas cruéis, as desconfianças sempre como um facão direcionado, as traições como vírus... São tantas as armadilhas e decepções, que o coração desiste de se entregar, de amar mais uma vez.

Contudo, lá no fundo da nossa alma, sabemos perfeitamente que sempre estaremos a esperar ou a procurar por aquela pessoa, reencontrar a nossa felicidade já destinada a nos acompanhar pela eternidade. Parece conto irreal, mas tudo acontece ao seu devido tempo.

O tempo é a razão exata da vida. É o tempo que nos faz preservar os valiosos sentimentos, sem perder a pureza e a ingenuidade que só o amor é capaz de nos proporcionar.

Quando olharmos para o lado, estaremos envolvidos sem ter desejado. Porque o amor é assim, chega de mansinho como quem não quer nada, e se apresenta de um dia para o outro, como o novo morador do coração.

Vamos viver intensamente o amor!

Graciele Gessner

Sem comentários: