Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 29 de dezembro de 2012

Pássaro verde


Oh! pássaro verde
que te esqueceste do ninho
do aconchego das palhas de feno
carregadas pelo bico de amor sereno...

Agora voas perdido
com o orgulho ferido
as asas cansadas
do mundo que te aclamou
e logo te deixou na aflição...

Oh! pássaro verde
o regresso é o mesmo caminho
nunca será distante
se o buscares dentro do peito

Mas não leves contigo o ego
pois as asas não suportam
o papel da viagem
que será sim um ato de coragem!

Ana Coelho

Sem comentários: