Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Paradoxos


Por detrás das cortinas
olhar dissimulado
ao passar das horas mudas.
Agitadas.
Longas.

Estendendo o tempo
quase ao limite da ruptura.

Horas de há muitos dias
inscritas nas paredes
sufocadas de ilusão.
Inscritas nos mosaicos amassados
pelo acotovelar do riso da vespa
e da lágrima da borboleta.
Inscritas no tecto
a coalhar instantes
de tudo e de nada
de luar e de escuro. 

Marta Vasil

Sem comentários: