Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O universo do Poeta


O poeta encontra refúgios inaudíveis
nos cheiros da montanha,
no gotejar do orvalho
lava o rosto
enquanto a vida chega...

Habita nas formas do arco-íris
na natureza recreia hinos,
alimenta a alma
ao libertar palavras
nas montanhas dos dedos...

Embala o amar e a dor
com o mesmo vigor...

Vive e sobrevive
à solidão acompanhada
no seu espaço fechado
aberto em todos os lados...

Grita silêncios
na crista solene de sentir,
a fonte da criação
é o elo forte com o externo...

Tudo isto é o universo do poeta
que de tudo é capaz
apenas não sabe mentir
mesmo quando diz
que é pura inspiração
o clamor
é brotado do coração!

Ana Coelho

Sem comentários: