Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Dor das dores


Saudade dor das dores...
Corta, dilacera, divide
a vida em metades
que parecem jamais se encontrar...
Esperemos que a eternidade
nos una em um dia pleno de sol!
E então, neste lapso de tempo,
terei novamente teus olhos cravados
em meus doces olhos...
E esse amor que insiste
em não acabar, enfim, terá valido,
pleno de energias muito puras!
Tua por toda a eternidade
desse infindo Amor.

Celina Vasques

Sem comentários: