Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Tempo do tempo ...


Paro nesse momento
Tão intenso, penso...
Nessa introspectiva momentânea
Tento crer que a vida que corre lá fora
Está sem sentido ou adverso a mudança,
E eu estou aqui no interior do meu interior
Indagando como seria se o mundo
Nesse momento tão obscuro
Fosse interpelado pela luz
Que entra pela janela do meu “eu”
Fazendo morada neste meu quarto...
Mas sei que esse momento é meu
único...meu

Essa luz guarda a essência dessa alma
Que chora para ver paz ... no meu coração

Ando no rastro de um
silêncio que fala... baixinho no meu ouvido
libertando...
Náufragos pedaços de mim
Que a memória precisa esquecer... 

Nina

Sem comentários: