Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Recordando a Poeta Nanda Costa


TERÇA-FEIRA, 2 DE FEVEREIRO DE 2010


O que há em mim

O que há em mim?
Magia
A doce e terna magia de fada menina
Menina mulher
Mulher fada menina
E tudo mais
Amor
Paixão
Um enorme vulcão!

E outras coisas mais frágeis
Como a liberdade de voar
A paciência
Benevolência
Compaixão

Tudo isso tenho bem aqui
Cravado no coração
Se sonho
Realizo não me abdico
Persisto

Pois sonhos foram feitos para serem realizados
E quero realizá-los contigo
Um por um
Tudo o que há em mim
Vou entregar a ti
Até os pensamentos meus
Serão seus

Te darei tudo o que quiser
Mas por favor não tente tocar nas asas
São frágeis como os meus sentimentos
E também podem quebrar
Quando se quebram
acaba a magia
Perde-se a fantasia

Voe comigo
Para dentro de mim
Descubra minhas ruas
Meus labirintos
Desvende meus enígmas

Então descobrirás os segredos
E então verás que tudo o que me rege
É o que há dentro de mim
Verás que tudo o que existe em mim
O que me dá forças para voar
O que me rege
É o imenso amor
Que tenho por ti.

Nanda Costa

Maria Valadas 
disse...
"Tudo isso tenho bem aqui
Cravado no coração
Se sonho
Realizo não me abdico
Persisto"

Belo sentir....Nanda!
Comovente!
Beijo.

Sendo uma das pessoas que melhor te conhece, relendo e sentindo o teu poema, entendo que expressaste muito bem o teu perfil de Mulher e que o publicaste num momento oportuno para que sejas respeitada como Poeta e sobretudo como Mulher!
Beijos do ZÉ

1 comentário:

BELA FLOR. disse...

Olá meu amigo quanto tempo!Saudades

Bem a beleza dos seus blogs sempre permanentes e cada vez melhor,as poesias então nem tenho palavras pois todas são belas.

Obrigado amigo por não esquecer de nossa amizade,beijos.