Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Instantes (Vida)

Minha vida correu veloz,
tão depressa que o passado
saltou para o presente
quase não me deixando
reflectir o que se passou
e permitir que erros fossem corrigidos!

Mas sentindo a vida como instantes,
parei...

... e vi que o caminho
era curto, tudo parecia fácil,
mas não...
Eu teria o meu  rumo previsto
que não permitia desvios...
Aí a minha Vida não teria jeito,
mais se complicaria!

Apareceu uma luz, a Luz (tu)
que me estendeu a mão
e me levou pelo caminho
que ela em tempos buscava...
Vimos uma claridade,
que nos transportou para caminhos
nunca antes vistos ou sequer maginados!

Caminhos que sabíamos o seu nome:
Caminhos de Luz!

E chegados aí, aprendemos tudo
o que poderá
uma Mulher e um Homem
aprender da Vida!

O que somos, quem somos
e para o que viémos!

José Manuel Brazão

 * Nesse tempo foi Luciana Silveira que me indicou o caminho! Para ti este poema de gratidão!
Luiz Mário da Costa 
- Grande Mano, ser poeta, o que dizer de ser poeta? será que trás a resposta para tua ingónita: "O que somos, quem somos e para o que viemos", brazão desculpe não sou tão inteligente como pensam mas, também burro jamais serei, eu tenho a resposta para o último item "para que viemos" - para ser poetas meu irmão, eis a nossa luz, o nosso brilho, o nosso prazer de viver, eu sou gananciosso por poemas leio incessantemente, outro dia conversando com Deus, disse-lhes, Senhor eu te agradeço por ser inteiro, mas se tiver de vir algo que atropele-me, por favor reserve meus olhos para ti, que maravilha de inteligência foi Deus ter nos dado um par de olhos, senão Manuel com estaria eu agora lendo teu poema, feito um vale de lírios e deírios, feito olhos abertos para o mundo contemplando a natureza em su punjança, isso mesmo é assim como vejo teu poemar.  Um abraço de felicidade, pelos teus muitos versos.  Mário Bróis.
Mario este é um dos poemas de gratidão em que coloquei todo meu carinho! Luciana foi uma Mulher extraordinária na minha Vida! Muito discreta ela até fica inibida quando falo nela! Mas só sei falar e escrever Verdade!
Aqui na Casa emocionei-me muito com o comentário da Nina!
Posso dar-vos as minhas palavras expressas, mas recebo muito mais de vocês! Creiam nisso!
Abração do ZÉ

Sem comentários: