Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Embevecida

Repouso no colo da lua sobre as águas calmas do rio.
Ouço a canção da noite que ela docemente sussurra aos meus ouvidos.
Melodia que me embriaga me faz adormecer tranqüila.
Enquanto canta ela me alimenta com seu brilho, cobre de luz minha nudez,
deixa minha alma embevecida.

Sonho:
Vagarosamente ela desce o rio, sem ventos, sem correntezas.
Chega ao mar, se aproxima da praia e delicadamente me deita na areia.
Depois vai subindo devagar, em silêncio, até chegar ao firmamento e se juntar
as estrelas..

Amanheço:
Um novo brilho em meu olhar, novas cores, várias nuances.
Volto a enxergar a poesia que já me estava distante.
Uma paz que me faz bem a alma e ao coração.
Posso  ficar triste qualquer outro dia, mas hoje não...

regina ragazzi

Sem comentários: