Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Pelo eterno em mim!

Em meus braços
te guardo, te aperto,
te dou o amor
que careces
e mereces;

Te farei esquecer
o sufoco em que vivias;
na busca do carinho,
do amor e do abrigo!

Serei o teu porto,
para a tua bonança
e como homem da esperança,
que recebeu teu coração
sofrido, incompreendido!

Por ti e em ti
te dou o meu coração
pelo eterno em mim!

José Manuel Brazão

Sem comentários: