Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Amor por onde andas? Isabel e Zé!


Passeio
e sento-me à beira do mar.
Vejo meu corpo
reflectido na água;
um corpo só!

Vagueio
meus pensamentos,
por tanta gente
que conheço,
que eu amo!

Medito
porque vejo meu corpo
reflectido na água;
um corpo só!

Tu:
amor, por onde andas…?

José Manuel Brazão


Hoje apareceu-me de corpo e alma Isabel a minha companheira durante 35 anos, Mãe dos nossos Filhos João, Pedro e Paulo e que será o tal Amor eterno depois de minha Mãe!

Pareço não ter nada e tenho tudo: PÃO e AMOR! José Manuel Brazão

ROSAS AMARELAS, SEMPRE!


Comentário de regina ragazzi 
Nossa Zé... lindo o poema e mais lindo ainda essa sua demonstração de afeto quando você fala de alguém tão especial em sua vida. Sua eterna companheira Isabel. Parabéns amigo.Bjs

Sem comentários: