Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O silêncio das pedras


No entardecer dos sonhos
O silêncio das pedras
Comovente e tão tristonho
Leva-me a renascer das quedas.

Silêncio que invade minha alma
Sentimento latente de amor
Por do sol trazendo-me calma
Descobrindo lentamente o amor.

Viajo numa nuvem de pensamento
Onde libero todos meus anseios
Sinto toque suave do vento
Que atende meus apelos.

Deixarei no passado a minha dor
Minhas lágrimas somente por amar
Viverei de sonho, sentindo seu calor
Buscando sua presença seu olhar.

Belarose




Sem comentários: