Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Meu primeiro amor

O primeiro homem que amei de verdade na minha vida foi meu pai. E por ele sofri e ainda sofro toda a dor pertinente ao amor. Essa dor de levar pedaços do outro implantados em si mesmo, essa dor indefinida de estar eternamente enxertado em alguém. Independente das mazelas que o integram. Sente-se parte e pronto. Te amo pra sempre Papis...

Sandra Freitas

Sem comentários: