Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Nostalgia


Sim,
Há muito não escrevo pra ti.
Mas as ondas que se quebram
em minha pele
são maiores.
E me impulsionam
a abrir a chancela das palavras.
Todos os meus poros
suplicam por seu calor,
Por seu abraço.
É um querer mais que a mera união de dois corpos sedentos.
É a união de duas almas famintas,
por um desejo perdido no tempo,
Perdido no espaço.
Roubado por uma estrela cadente.
Um desejo que
talvez jamais se concretize.
(Não nessas órbitas reais.)
Então me restam os sonhos.
Assim não desfaleço,
e rego a secura das minhas entranhas,
que aguardam desde sempre
pelo selo do teu amor.

Sandra Freitas 

Sem comentários: