Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 3 de setembro de 2011

Não aponte, não acuse apenas... olhe para si!

Não me aponte, não me acuse sem reflectir; já viu quantos dedos ficam virados para si?

José Manuel Brazão

Sem comentários: