Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Quando partires...

Queres partir
com a nostalgia
e a angústia
invadindo
teu corpo e alma.

Fico no silêncio.
penso e compreendo
que esse não era o caminho;
outro haverá!

Procura e luta,
eu farei também
 mesmo que fique só!
.
Nada acontece por magia,
a Luz virá:
e quando partires
não deixes o teu rasto,
porque nada se repetirá,
mas ficam as raízes desse amor!

  
José Manuel Brazão





LUZ disse... Boa noite Zé,
Ler poesia é, geralmente, muito gratificante para mim.
Ler a que faz, satisfaz-me, plenamente.
braços de luz.



Sem comentários: