Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Ilha de Luanda

Os raios crescem pela areia
Parecem raízes
A escorrer ao final da tarde
Que se encostam
Provocando os coqueiros
E as mãos que se entrelaçam
Sonhando com a longevidade dos Embondeiros


Pára o suspiro, o pensamento


Pára tudo naquele momento


O brilho do sol deita-se suave
Pelo mar que se aconchega
Nos lençóis da noite que chega

A terra pulsa vida
Soltam-se os sonhos
Estremece-me o corpo
Cala-se a tristeza apetecida

Pára o suspiro, o pensamento.

Vanda Paz



http://nocaminhodasemocoes.blogspot.com/2011/09/livro-dedos-acesos-de-vanda-paz_25.html

Sem comentários: