Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

És a flor do meu poema!



Todos os dias te contemplo
em minhas mãos, te acaricio
como a flor do meu poema
uma flor mulher
que invade minha alma e instintos,
e vejo despida em poema!

Sinto o teu desejo
reflectido em meus versos,
pulsando esse coração
entre as tuas pétalas,
pétalas de amor,
que deixa o poeta em dor
por sentir o teu aroma
e não sentir o teu corpo...
apenas a essência...

José Manuel Brazão


Comentários no site - Casa da Poesia:

Um poema apaixonante amigo Zé..

abraço do tamanho do céu
Nina
O clímax da inspiração que se materializa em versos introspectivos.
Mais um belo poema seu amigo.
 Renato
hoje eu acordei me sentindo um poema, sabe aquela sensação agradavél, de ser vocábulos e poder contribuir para decisões importantes para com a humanidade; e eu revestido de poemas, encararia todas guerras disspando-as,  injetando o amor com suas poesias; e eu sendo um guerreiro em forma de versos, a cada exército adversário que eu encarasse, trocaria a arma do inimigo por um versos seu, porque na sua poética há uma lição irreversível O "amor", e no meu retorno, (eito Ulisses na guerra de tróia, como triunfo de mérito, queria apenas um beijo de cada poeta.   Mário Bróis.
Lindo poema onde a flor como uma mulher tem seu perfume próprio.parabéns ZE
 abraço  Acalenta
Esta rosa cantada em versos e prosas que tão linda se veste frondosa, viva as mulheres.
fabio
Me apaixonei pelas pétalas de amor, lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Bjsssssssssssssssssssssssssssssss
Amarilis ~Pazini Aires 
Que bonito!
Gostei Zé de seu poema, parabéns!
Bjinhoss ;) Simone
Oi zé... muito bonito.

Márcia
uma flor que exala poesia.
Zaymon Zrondy
Ficou lindo demais!! Uma inspiração maravilhosa a sua. Um belíssimo poema de amor.
Bjss Regina Ragazzi


Sem comentários: